CPFL | 100 Anos Gerando História
Projeto Memória Viva
Home -  Nossa gente -  Ana Cláudia Ferreira de Lacerda
acesso rápido:

Ana Cláudia Ferreira de Lacerda

Ana Cláudia Ferreira de Lacerda

Veja em: 256 Kbps

“Não desperdicei a chance de trabalhar numa grande empresa”

A atendente Ana Cláudia Ferreira de Lacerda começou a trabalhar aos 9 anos para ajudar a família. Aos 17, conseguiu ingressar na Eletropaulo por meio de um programa chamado Meninos de Rua, criado pelo governo do estado para dar oportunidades a crianças carentes.

Em seu primeiro dia de trabalho, conta Ana Cláudia, ela sentiu muito medo. "Eu dizia para mim mesma: 'Meu Deus, será que vou dar conta?'", relembra. Como foi muito bem acolhida por todos, não só conseguiu passar pelo primeiro dia, como ser contratada. "Não desperdicei a chance de trabalhar numa grande empresa", conta. Das 47 crianças que ingressaram com ela, somente cinco ainda estão na companhia.

Um dos episódios mais marcantes foi a comemoração de seu aniversário. Menina muito simples, nunca havia tido uma festa só para ela. "Foi muito comovente. Nunca mais me esqueci desse dia." Por isso, para ela, a CPFL é uma extensão de sua família. Mas Ana Cláudia não perde de vista o atendimento. "Meu trabalho é fazer com que o cliente saia satisfeito, o que é uma gratificação para mim. Atender pessoas é muito cansativo, mas cada cliente é um aprendizado."