CPFL | 100 Anos Gerando História
Projeto Memória Viva
Home -  Nossa gente -  Antonio e Fabiano Nunes Alvarenga
acesso rápido:

Antonio e Fabiano Nunes Alvarenga

Antonio e Fabiano Nunes Alvarenga

Veja em: 256 Kbps

“Energia a gente não vê.”

Mesmo aposentado, Antonio Nunes Alvarenga continua trabalhando numa empreiteira que presta serviços para a CPFL. "Gosto muito da CPFL, por isso continuo ligado a ela", diz. Seu filho, Fabiano Nunes Alvarenga, passou a infância acompanhando os movimentos do pai como eletricista e aprendeu a gostar da profissão. "Deixei de trabalhar na área administrativa para sair a campo, como meu pai", conta Fabiano, que aproveitou uma oportunidade de fazer um teste para trabalhar na CPFL.

Antonio está muito feliz com a escolha do filho, principalmente porque a segurança melhorou muito em relação ao período em que ele trabalhava na companhia. "No meu tempo não havia procedimentos de segurança a serem seguidos, nem equipamentos de proteção, como existem hoje", lembra.

De fato, Antonio é muito preocupado com segurança, tanto que sempre diz ao filho para ter muito cuidado. "Digo isso porque a gente não vê a energia e pode se machucar muito se não se cuidar." Mesmo concordando que hoje em dia é mais difícil acontecerem acidentes, Fabiano repete a frase do pai: "Energia a gente não vê".