CPFL | 100 Anos Gerando História
Projeto Memória Viva
Home -  Nossa gente -  Augusto Rodrigues
acesso rápido:

Augusto Rodrigues

Augusto Rodrigues

Veja em: 256 Kbps
Tema deste vídeo: Valores, Missão e Cultura
Assista tambem:
goLeft goRight

"Não tinha como nós colocarmos de pé nosso sonho de empresa sem privatizar"

Paulista de Orlândia, Augusto Luis Rodrigues é sociólogo, com mestrado em ciência política. Entrou na CPFL como estagiário nos anos 1970, ainda nos tempos de estudante de sociologia, e participou ativamente de todos os momentos-chave pelos quais a CPFL passou nas últimas décadas.

Em 1977, gerenciou o processo de mudança da sede da empresa de São Paulo para Campinas, medida que visava afastar a CPFL das ingerências políticas inevitáveis na capital estadual. Em 1982, a redemocratização do governo estadual, ocorrida com a eleição de André Franco Montoro, trouxe novos tempos para a CPFL. Nessa fase, Augusto assumiu a diretoria de recursos humanos, onde implantou um amplo programa de democratização das relações pessoais e lideranças na empresa.

Afastado durante os governos que sucederam Montoro, Augusto foi convocado a voltar à CPFL por Cesare Manfredi, presidente designado pelo governador Mário Covas para preparar a privatização da empresa. Mais uma vez, participava de um momento decisivo da empresa, ajudando a fazer do processo de privatização não uma simples troca de controle acionário, mas a viabilização da vocação maior da empresa: servir o público com eficiência.

"Não seria possível colocar de pé o nosso sonho de empresa sem privatizar."

Após a privatização, ocorrida em 1997, Augusto continuou a contribuir com a empresa, comandando a diretoria de comunicação e relações institucionais da CPFL Energia, onde criou o programa CPFL Cultura.

É o coordenador do projeto CPFL 100 Anos Gerando Histórias e participa da preparação da empresa para as próximas décadas.

"Nós da CPFL estamos querendo nos adaptar, o quanto antes, a esse mundo novo, que estamos chamando de nova economia, economia verde, mais inclusiva."