CPFL | 100 Anos Gerando História
Projeto Memória Viva
Home -  Nossa gente -  Cláudia Ribeiro Tamada Martins
acesso rápido:

Cláudia Ribeiro Tamada Martins

Cláudia Ribeiro Tamada Martins

Veja em: 256 Kbps

Difícil começo

Atleta na juventude, pois investia na natação, Cláudia Ribeiro Tamada Martins ingressou na então Eletropaulo por insistência do pai. "Ele não trabalhava na companhia, mas, como eu havia começado a estudar engenharia, insistiu para eu fazer o concurso da Eletropaulo, pois achava que eu precisava deixar de ser atleta e arrumar um emprego sério", conta.

Cláudia começou no setor administrativo e permanece na área até hoje. Como seu pai era japonês e o prefeito de São Vicente, onde moravam, também tinha origem nipônica, as pessoas na empresa achavam que ela era parente e apadrinhada por ele. Por isso, não falavam com ela, dando literalmente uma gelada na moça. "Foi um começo difícil. Eu não tinha nada a ver com o prefeito da cidade. Entrei na companhia por concurso", lembra.

Seu primeiro cargo foi de auxiliar administrativo I e, passado um tempo, a história ficou meio esquecida. Mas em sua primeira promoção, as "suspeitas" vieram à tona. Quando as pessoas se convenceram de que Cláudia não era apadrinhada pelo prefeito, o clima para ela ficou melhor, e até hoje ela permanece na companhia.