CPFL | 100 Anos Gerando História
Projeto Memória Viva
Home -  Nossa gente -  José Goldemberg
acesso rápido:

José Goldemberg

José Goldemberg

Veja em: 256 Kbps

“No complexo das empresas de energia do estado de São Paulo, a CPFL sempre foi a joia da coroa.”

Gaúcho de Santo Ângelo, José Goldemberg mudou-se para São Paulo para estudar física. Construiu uma bem-sucedida carreira acadêmica, com passagens por diversas universidades e institutos de pesquisa no exterior. Desde 1950 é professor da Universidade de São Paulo.

Goldemberg envolveu-se nas discussões sobre o uso da energia nuclear no Brasil e também na defesa de uma ciência brasileira afinada com os interesses da maioria da população.

Unindo política e ciência, de 1979 a 1981 foi presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, SBPC, um dos maiores foros de discussão democrática nos anos de ditadura militar no Brasil.

Em 1982, envolveu-se com as forças que apoiavam a candidatura de André Franco Montoro para o governo de São Paulo. Com a vitória de Montoro, foi convidado a assumir a presidência da Companhia Energética de São Paulo, Cesp, estatal estadual que controlava a CPFL. Presidiu a Cesp e a CPFL de 1983 a 1986, tendo também comandado as demais empresas de energia do estado, a Eletropaulo e a Comgás.

Goldemberg detectou na CPFL qualidades que faltavam às demais estatais sob seu comando. "O que encontrei na CPFL é uma coisa que não encontrei nas outras empresas: ela era muito bem-organizada. O fato de ter sido privada durante muito tempo fez com que ela se tornasse uma empresa enxuta."

Em 1986 José Goldemberg deixou o cargo de presidente da CPFL para assumir a reitoria da Universidade de São Paulo.