CPFL | 100 Anos Gerando História
Projeto Memória Viva
Home -  Nossas origens -  Cia. Douradense de Eletricidade
Voltar

Cia. Douradense de Eletricidade - Ibitinga - sp - Empresa FUNDADA EM 1910

A região paulista conhecida como Douradense corresponde ao percurso da antiga Estrada de Ferro do Dourado (em atividade entre 1900 e 1966), que ligava os trilhos da Companhia Paulista de Estradas de Ferro às cidades da bacia do rio Dourado, como Bariri, Ibitinga, Tabatinga e Itápolis.

Em 1910, a energia elétrica chegou a essa parte do estado de São Paulo: em Bariri, a Companhia Força e Luz de Bariri inaugurou uma pequena usina a vapor que iluminava a cidade.

Em 1912, foi fundada a Sociedade Anônima Companhia Força e Luz Itápolis e Ibitinga, que construiu uma usina hidrelétrica no rio São Lourenço.

Nesse mesmo ano de 1912, os proprietários das empresas concessionárias dos municípios paulistas de São José do Rio Pardo, Socorro e Bariri - sob a liderança do coronel Vicente Dias Jr., concessionário em São José do Rio Pardo - se uniram para formar uma empresa maior, chamada Companhia Paulista de Energia Elétrica.

Em seguida, a Companhia Força e Luz Itápolis e Ibitinga uniu-se à recém-criada Companhia Paulista, que cresceu na região Douradense.

No final da década de 1910, a Companhia Paulista de Energia Elétrica explorava o serviço de eletricidade em vinte municípios paulistas, tornando-se uma das maiores empresas de energia do interior do estado.

A empresa se tornou tão grande que seus acionistas decidiram desmembrar a operação douradense do restante do grupo. Em 1927 foi criada a Companhia Douradense de Eletricidade, explorando as concessões das cidades de Bariri, Ibitinga, Itápolis, Tabatinga e seu então distrito de Nova Europa.

Em 1928, a Companhia Douradense de Eletricidade foi vendida à multinacional estadunidense Amforp (American & Foreing Power), que desde 1927 vinha adquirindo empresas no interior de São Paulo, entre elas a CPFL.

Em 1947, a Companhia Douradense de Eletricidade, por decisão da controladora Amforp, foi incorporada à CPFL.