CPFL | 100 Anos Gerando História
Projeto Memória Viva
Home -  Nossas origens -  Cia. Francana de Eletricidade
Voltar

Cia. Francana de Eletricidade - Franca - SP - Empresa FUNDADA EM 1903

Na cidade paulista de Franca, o serviço de iluminação elétrica começou a ser implantado em 1903. Foi uma iniciativa da Empresa de Iluminação Elétrica de Franca, controlada pela Camargo, Ignarra & Companhia, presidida por um dos empreendedores pioneiros do interior paulista, Silvério Ignarra Sobrinho.

Ignarra possuiu empresas de eletricidade em várias cidades do interior, como Limeira, Piracicaba, Itapira, Batatais, Jaboticabal, Bebedouro, São Carlos e Descalvado.

Em abril de 1904, a iluminação elétrica foi inaugurada no centro da cidade de Franca. Neste mesmo ano, Ignarra fundou a Companhia Paulista de Eletricidade, da qual a empresa francana passou a fazer parte.

Contudo, o serviço se deteriorou, e em 1910 as autoridades municipais adquiriram o patrimônio da Paulista de Energia em Franca e abriram nova concorrência. Os vencedores foram empreendedores locais, que fundaram a Companhia Francana de Eletricidade.

A Companhia Francana inaugurou em 1912 a usina de Esmeril, no rio Sapucaí-Mirim, que gerava 1.150 kW, regularizando o abastecimento na cidade de Franca.

Em fevereiro de 1924, a Francana assumiu o controle da Companhia Melhoramentos de Batatais, que possuía a concessão dos serviços de energia elétrica no vizinho município de Batatais.

Em janeiro de 1929, a Companhia Francana de Eletricidade foi vendida à multinacional estadunidense Amforp (American & Foreing Power), que desde 1927 vinha adquirindo empresas no interior de São Paulo, entre elas a CPFL.

Em 1947, a Companhia Francana de Eletricidade, por decisão da controladora Amforp, foi incorporada à CPFL.