CPFL | 100 Anos Gerando História
Projeto Memória Viva
Home -  Nossas origens -  Empresa Força e Luz de Jaú
Voltar

Empresa Força e Luz de Jaú - Jaú - SP - Empresa FUNDADA EM 1900

Em 1900, os empreendedores Rufino Augusto de Almeida e Trajano Saboia V. de Medeiros, sócios da Rufino, Trajano & Cia., conseguiram da Câmara Municipal de Jaú a concessão para explorar o serviço de geração e distribuição de energia elétrica no município, fundando em março de 1901 a Empresa Força e Luz de Jaú.

Rufino de Almeida era um dos pioneiros que, no início do século 20, procuraram introduzir a eletricidade no interior paulista, atuando em cidades como Ribeirão Preto e Cravinhos.

Na cidade de Jaú, a iluminação elétrica foi inaugurada no dia 28 de setembro de 1901, com grandes festas.

Em 1910 a Força e Luz de Jaú passou para o controle do grupo de Silva Prado, que havia comprado as operações de Rufino em Ribeirão Preto e Cravinhos.

Em 1913 foi inaugurada a grande usina de Gavião Peixoto, no rio Jacaré-Guaçu. A geração dessa usina permitia à empresa jauense vender energia para as concorrentes, como a CPFL em Botucatu e São Manoel e as empresas de Armando de Salles de Oliveira em Jaboticabal e Taquaritinga.

Em janeiro de 1928, a Empresa Força e Luz de Jaú foi vendida à multinacional estadunidense Amforp (American & Foreing Power), que desde 1927 vinha adquirindo empresas no interior de São Paulo, entre elas a CPFL.

Em 1947, a Empresa Força e Luz de Jaú, por decisão da controladora Amforp, foi incorporada à CPFL.